Padrasto é preso suspeito de estuprar e engravidar enteada em Porto Velho

Publicada em


Prisão ocorreu na última quinta-feira (10). Crime é investigado pela Delegacia Especializada de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA).

 

Por G1 RO — Porto Velho

Caso de estupro foi divulgado nesta sexta-feira (11). — Foto: Reprodução/Rede Amazônica no AP

 

Um homem, de 40 anos, foi preso suspeito de estuprar a enteada adolescente e ter tido dois filhos com a vítima, em Porto Velho. A prisão foi efetuada na última quinta-feira (10), mas o caso foi revelado nesta sexta-feira (11).

O crime segue sendo apurado pela Delegacia Especializada de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA).

Segundo a polícia, a própria vítima foi à delegacia e informou o crime. Na sequência, a delegada que conduz o caso, Adrian Vieira da Costa, abriu as investigações.

Em depoimento, a adolescente contou que, durante o período em que sofria estupros, teve dois filhos do padrasto. O mais velho, conforme ela, teria sido registrado pela avó. Já o mais novo, ainda bebê, não ficou com a mãe.

O suspeito, após a prisão, foi encaminhado ao sistema carcerário, onde permanece à disposição da Justiça.

A investigação continua com objetivo de juntar provas técnicas contra o homem, entre elas o DNA para saber se as crianças são filhas dele e se a mãe da vítima tinha ciência dos abusos.

A reportagem tenta localizar a defesa do suspeito.