Mulher perde R$ 2 mil na compra de carro pela internet em Jaru

Publicada em


O site é bastante conhecido e por isso, talvez a mulher tenha facilitado.
O dinheiro foi depositado em pelo menos quatro contas diferentes.

Mais uma vítima de golpe pela internet em Jaru

Um morador de Jaru, distante 300 km de Porto Velho, registrou na UNISP do município, uma ocorrência de “Fraude”, dando conta de que sua esposa teria depositado cerca de R$ 2 mil, em ao menos quatro contas diferentes, sendo todas do banco Caixa, depois de ver na internet, num site de anúncios de vendas de produtos identificado pelo homem apenas como ‘OLX’, a oportunidade de comprar um automóvel da marca Chevrolet, modelo Celta.

Conforme o boletim de ocorrência, a mulher entrou em contato com o ‘suposto vendedor’, através do aplicativo WhatsApp. O numero de contato do ‘suspeito’ era (69) 9947-6339. Através de conversa telefônica, combinaram a venda e forma de pagamento.

A mulher teria feito todo o acordo com o ‘vendedor’, no final de semana. Indo ao banco para transferir a quantia exigida como entrada, cerca de R$ 2 mil, a mulher só conseguia fazer transferências de R$ 500 Reais cada. Mesmo com algumas dificuldades, ela teria dado prosseguimento ao pagamento e através de ao menos quatro contas fornecidas pelo ‘suposto vendedor’, teria realizado os depósitos e combinado ainda, mais 24 parcelas de R$ 270, cada.

“As contas em que o dinheiro foi depositado são:
Caixa Econômica – Ag: 0063 C/c: 38362-2; Ag: 0618 C/c: 61807-3;
Ag: 1522 C/c: 143966-1; Ag: 3003 C/c: 45861-5; conforme depoimento do homem, quem estava do outro lado ainda teria fornecido uma quinta conta, relatando que havendo problemas na transferência para qualquer uma das contas antes fornecidas, que fosse depositado então na conta com Ag: 3003 C/c: 54478-3″.

Apesar de tantas notícias acerca de vítimas de estelionato no estado, com muitas destas vítimas em Jaru, ainda são registradas quase que diariamente, golpes como este. É preciso ficar atento, ler com mais atenção todo e qualquer tipo e anuncio e especialmente, negociar com quem haja uma comunicação mais segura.

Portal P1/Por Nelson Salim Salles