MP cumpre mandado na casa de Edgar do Boi, vice-prefeito de Porto Velho

Publicada em


Ariquemes e Porto Velho tiveram mandados de prisão cumpridos nesta terça-feira, noticiou a imprensa nacional.

Viatura da Policia Civil de RO – Foto: PortalP1

 

A vida do vice-prefeito de Porto Velho, capital de Rondônia, mudou bastante desta terça-feira, dia 03 de dezembro para cá, após o Ministério Público de Rondônia (MP-RO) deflagrar a Operação Boi Gordo.

A casa do vice-chefe do poder executivo da capital rondoniense foi visitada por agentes da Polícia Civil e membros do MP-RO, que combatem o que foi denominado de “estrutura criminosa” que de acordo com a Polícia Civil, é formada por empresários e servidores da Secretaria de Finanças (Sefin).

A Justiça divulgou que ao menos três mandados foram cumpridos em Ariquemes e Porto Velho e computadores, celulares e documentos foram apreendidos na casa do vice-prefeito Edgar do Boi. Segundo informações, um ex-delegado da Sefin, que não teve o nome revelado, mas que mora em Ariquemes, também teve a casa visitada e objetos apreendidos.

De acordo com o GAECO (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), este grupo impedia fiscalizações de ICMS e provocava sonegação de impostos. Milhões de Reais teriam sido pagos em forma de propina, por parte de empresários do ramo de frigoríficos. O GAECO já teria identificado todos.

Edgar do Boi não foi encontrado para falar sobre o assunto. A Sefin também disse que não vai se manifestar.

 

Jornal Eletrônico Portal P1