Duda se entrega na Unisp após morte de irmão nesta quinta-feira em Jaru, RO

Publicada em


Amarildo Pereira morreu depois de sete dias internado em Cacoal.

Seu irmão era considerado suspeito de golpeá-lo durante briga.

Imagem/Divulgação

 

Donizete Pereira, ou Duda, considerado o principal suspeito de ter golpeado na cabeça o irmão Amarildo Pereira, que ficou por sete dias internando no Heuro de Cacoal (RO), Zona da Mata e morreu, devido a gravidade dos ferimentos, se entregou na Unisp de Jaru (RO), há 290 km de Porto Velho, no início da tarde desta sexta-feira, dia 13 de setembro.

 

Não há informações do estado de saúde, físico e psíquico de Duda.

A Polícia Civil confirmou que há registros de que ele seja usuário de drogas. A família não se pronunciou.

 

Após a confirmação da morte de Amarildo nesta quinta-feira, dia 12 de setembro, a Polícia Civil deu inicio a uma caçada ao suspeito de ter cometido o crime.

 

Conforme registro feito pela Policia Militar de Jaru, Duda e o irmão Amarildo, deram inicio uma discussão, até o momento supostamente por causa de uma herança. Uma irmã deles viu tudo.

A briga aconteceu dentro de uma residência, que fica localizada próximo do Centro Comunitário, altura do Setor-06, em Jaru.

 

A irmão pediu ajuda para um pastor amigo da família que socorreu Amarildo para o hospital municipal, aonde foi estabilizado e após isto, levado para Cacoal as pressas, pois, havia um ferimento profundo no crânio.

 

Duda estaria foragido desde, então. Ao saber da morte do irmão, teria de forma voluntária se entregado na Unisp, fato que está sendo apurado neste momento, pela Redação do Jornal Eletrônico PortalP1. Em instantes, mais informações…

 

Jornal Eletrônico  PortalP1

Imagem/Divulgação