Homem é preso em Jaru depois de tentar vender veículo clonado no facebook

Publicada em


O preço muito baixo chamou a atenção das autoridades.
Vários casos de fraude foram registrados no município recentemente.

A Polícia Militar de Jaru (RO), prendeu um homem de pouco mais de 30 anos, que anunciou no seu perfil numa rede social, a venda de um automóvel da marca FIAT, modelo Pálio, por um valor muito abaixo do praticado no mercado.

Consta na ocorrência, que V. A. da Silva, teria sido contatado pelo Núcleo de Inteligência da Polícia Mitar de Jaru, que de modo investigativo teria demonstrado interesse pelo veículo anunciado para venda e marcou encontro com o suposto vendedor.

Uma Guarnição da Patrulha Tático Móvel (PATAMO), foi solicitada para dar apoio aos policiais do Serviço Reservado da Polícia Militar (SRPM-NI), a fim de apurar melhores informações sobre o automóvel de placas, OHM 8819, ano 2012/2013 de Ariquemes, que era anunciado em grupos de compra e venda de uma rede social, aonde o detido faz parte como membro da comunidade, sendo que o preço estaria bem abaixo do que é praticado atualmente no mercado.

Segundo o que apurou a reportagem, o baixo preço despertou e aguçou os policiais a investigarem, pois, recentemente muitas pessoas teriam sido vítimas de fraude, envolvendo veículos no município e região. O caso mais recente, foi de uma mulher que teria perdido em torno de R$ 2 mil.

(Relembre Clique Aqui)

Os agentes do NI, encontraram com V. A. da Silva que foi logo abrindo o jogo e fornecendo todas as informações, inclusive admitindo que sabia que o automóvel era clonado e ilegal.

Após alguns minutos de conversa, ele ainda apresentou o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) em nome de uma pessoa por iniciais M.P. da Cruz. As autoridades já entraram em contato com esta pessoa.

Na ocorrência, os policiais fizeram questão de frisar as várias alterações realizadas no veículo, sendo algumas quase imperceptíveis, como alteração no número do Chassi que foi sobreposto com um adesivo semelhante a cor e a textura do original, os vidros extremamente bem remarcados, e a numeração do motor, que ficou apagada, não sendo possível conferir o seu registro.

A perícia constatou que o veículo é mesmo um ‘clone’, sendo o seu proprietário da cidade de Ariquemes (RO), município distante 90 quilômetros de Jaru. O proprietário do original, disse que o veículo é de sua propriedade e que estaria com o automóvel naquele momento.

V. A. da Silva, foi preso em flagrante por ‘Receptação’ e foi ouvido pelo delegado de plantão nesta quarta-feira (3/10).

 

 

Nelson Salim Salles/Portal P1