NOTA OFICIAL: Morte de jovem por suspeita de Coronavírus

Publicada em


Hospital Municipal de Jaru, Sandoval de Araújo Dantas – Foto: PortalP1

 

A Secretaria Municipal de Saúde de Jaru – Semusa, vem a público esclarecer o procedimento realizado no atendimento ao jovem Fabrício de Paula da Cruz de 20 anos de idade.

Antes, a secretaria se solidariza com a família e amigos neste momento de dor e sofrimento.

Sobre os fatos, a secretaria, esclarece que Fabrício não estava realizando tratamento contra o Coronavírus.

Ele procurou o Centro de Saúde da Mulher, unidade referência para a Covid-19 no município na segunda-feira, dia 03 de agosto. Já chegou falando que iria para casa, mas com muita insistência da equipe ficou.

O jovem foi prontamente atendido pela equipe plantonista, submetido a exames que laboratoriais que apresentaram resultados alterados. A pressão arterial estava baixa e o caso inspirava cuidados hospitalares.

Ele também realizou o teste rápido, para o diagnóstico do Coronavírus, cujo resultado foi negativo, mas diante dos sintomas a equipe também coletou o material para a realização do PCR, que foi encaminhado para o Laboratório Central de Rondônia – LACEN em Porto Velho, o resultado deve sair nos próximos dias, portanto o caso do jovem ainda é considerado suspeito da Covid-19.

Em virtude do quadro de saúde do jovem, a equipe o encaminhou para o Pronto Socorro do Hospital Municipal Sandoval de Araújo Dantas, onde o atendimento continuou, ele deveria permanecer na unidade hospitalar em virtude do quadro de saúde que era delicado, porém fugiu antes de ser mesmo de ser medicado.

Vale destacar que o jovem não apresentava dificuldade para respirar e não houve a cogitação de entubação naquele momento.

Quanto ao acompanhamento na residência é indispensável esclarecer que, a equipe de monitoramento externo não é emergência, e atende simultaneamente cerca de 300 pacientes confirmados e suspeitos do Coronavírus que realizam tratamento em domicílio.

Neste caso, caberia então a família comunicar a secretaria sobre o estado de saúde do paciente, para que fossem adotadas as providências necessárias.

Já que a secretaria conta com o serviço exclusivo de socorro a pacientes confirmados e suspeitos, caso tivesse sido acionada, teria realizado o procedimento.

Rua Florianópolis setor 07- Foto: PortalP1

 

Fonte: Assessoria