Homem é preso suspeito de agredir e ameaçar ex-companheira e descumprir medida protetiva em Jaru, RO

Publicada em


 

Um homem foi preso preventivamente acusado de descumprir uma medida protetiva contra a ex-companheira. A prisão ocorreu na manhã deste sábado (09), em Jaru. Segundo a polícia, a vítima foi brutalmente agredida por seu ex-companheiro, de quem já está separado há cerca de 8 meses. Na ocasião, a Polícia Militar foi acionada, mas o suspeito fugiu. A mulher foi encaminhada à delegacia, submetida a exame de corpo de delito e requereu medida protetiva.

Segundo a Polícia Civil, o acusado não respeitou as medidas protetivas de urgência expedidas pela 1º Vara Criminal de Jaru e continuou a perseguir a vítima, seguindo-a pela rua, vigiando seu local de trabalho, coagindo-a na rua infringindo medo e a ameaçando de morte. Tal situação fez com que a vítima pedisse demissão de dois empregos, por temer por sua vida. Ela só saía de casa quando necessário e na companhia dos filhos, por ter muito medo do ex-marido.

No dia primeiro do ano, o suspeito, mais uma vez, teria seguido a vítima pela rua, e quando ela estacionou a moto em frente a uma sorveteria da cidade, foi abordada pelo suspeito, que teria tentado lhe atropelar, mas não conseguiu, pois ela correu e subiu no meio fio. Então o suspeito teria dito que a mataria na próxima segunda-feira. A vítima acionou a polícia militar. O suspeito fugiu, mas antes derrubou a moto da vítima com um chute.

A vítima registrou o caso na delegacia e foi ouvida acerca do descumprimento.

A delegada titular da Delegacia da Mulher entrou com pedido de prisão preventiva contra o suspeito e foi deferido pelo judiciário. Uma equipe da Delegacia da Mulher de Jaru, com apoio de uma guarnição da polícia militar, deram cumprimento ao mandado de prisão na intenção de proteger a vítima.

 

Jornal Eletrônico PortalP1

**com informações do Instagram da Polícia Civil de RO.