Após sete médicos contraírem Covid, dez doutores são enviados para ‘socorrer’ a saúde de Cacoal, RO

Publicada em


Médicos chegaram em Cacoal nesta quarta-feira (9) e devem ficar na cidade por cerca de dez dias, ou até a escala normalizar.

 

Dez médicos do Hospital de Campanha de Porto Velho foram enviados à cidade de Cacoal (RO) para reforçar os atendimentos nos hospitais estaduais.

 

A equipe foi enviada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) depois que sete médicos de Cacoal contraírem o coronavírus e precisaram se afastar dos postos de trabalho.

 

De acordo com a secretaria, inicialmente os dez médicos devem ficar em Cacoal por 10 dias, ou até regular a escala de plantões.

 

Durante a manhã, o diretor do complexo Hospitalar Regional recebeu os profissionais, que chegaram na cidade em um avião dos Bombeiros e também acompanhado do secretário Fernando Máximo.

 

“Com a vinda desses médicos vai ser possível manter todos os leitos de UTI’s, além de reforçar o atendimento do Heuro”, afirmou Jair Rocha, diretor do Hospital Regional de Cacoal.

 

Os hospitais da cidade têm sofrido com a superlotação dos leitos, pois vários pacientes foram diagnosticados com a Covid-19 nos últimos dias e estes precisaram de ventilação mecânica ou entubação.

 

Nesta semana, por causa da lotação dos leitos de UTI’s, uma paciente precisou ser entubada em um postinho de saúde em Cacoal.

 

Inicialmente a paciente passou mal pela manhã e procurou atendimento na UCS, que realiza o primeiro atendimento a moradores com o novo coronavírus. A orientação era para internação na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas não havia leito disponível.

 

 

Fonte: G1 RO