Produtores de leite de 02 Cooperativas já passam do quarto dia enfrente os laticínios Tradição; motivo, falta de pagamento

Publicada em


Jaru, Seringueira e Ji-Paraná são os municípios que os produtores de leites escolheram para interditar a entrada.

 

Produtores de leite de diversos municípios de Rondônia estão acampados na frente do Laticínio Tradição em Jaru, Ji-Paraná e Seringueiras desde da última quinta-feira,02, hoje segunda-feira,06, já somam quatro dias. Até o fechamento desta matéria não tinham chegado a um denominador comum.

 

Segundo o Manoel Cuiabano que é um dos lideres do movimento disse ao site PortalP1 que, o grupo de produtores já chegam a mais de 150 pessoas em Ji-Paraná, e que só vão sair após chegar a uma negociação.

 

Manoel Cuibano disse que, entregava o leite para empresa CANÃ que é do grupo do INLARON, a empresa Canã não pagou o mês de fevereiro e março, então resolveram passar toda a produção de leite para a Inlaron, que assumiu a divida da Canã, pagou só o mês de fevereiro e o mês de março pediram para dividir em três parcelas em um acordo verbal, no mês de maio pagaram só 1/6 (um sexto). Hoje a empresa deve o mês de maio e junho e um restante do acordo que foi fechado verbalmente.

 

O Jornal Eletrônico PortalP1 tentou por diversos meios de comunicação contado com alguma pessoa responsável pelo laticínio, mas não conseguiu falar.