Polícia Civil de Jaru investiga possível crimes contra a economia popular em Theobroma; sob a chefia do Delegado Salomão

Publicada em


 

Equipe da Polícia Civil da DP de JARU sob chefia do Delegado Salomão de Matos esteve investigando possíveis crimes contra a economia popular, neste fim de manhã, nos estabelecimentos comerciais da cidade de Theobroma.

Um dos alvos, foi a Farmácia Guedes situada na Av. 13 de Fevereiro, 1297, Centro, Theobroma, pois denúncias em redes sociais apontaram a venda de álcool em gel por até R$ 30,00 (trinta reais).

Na referida farmácia, por ocasião de entrevista com o delegado, o Sr. Douglas Piola Alves, responsável pelo estabelecimento, informou que comprou, em 23 de março, junto ao COMERCIO VAREJISTA DE ARMARINHO OLIVEIRA EIRELI situado no município de Ji-Paraná, 240 frascos, à vista, por valor unitário de R$ 19,90 e ainda custeou o frete no valor de R$ 200,00 pelo transporte desta e de outras mercadorias.

 

A equipe da Polícia Civil não encontrou mais o produto à venda, tendo sido encontrados dois frascos do álcool em gel para uso pelo comerciante, empregados e clientes.

Diante das informações colhidas e cópias de documentos obtidos, após serem concluídas as ações em Theobroma, a equipe da Polícia Civil retornou para Jaru e, conforme o Delegado, as informações colhidas com os documentos serão enviados para Ji-Paraná para apuração da conduta dos responsáveis da distribuidora e de outros fornecedores na cadeia de produção e comercialização.