Pedal do Amor: servidores do TJRO entregam lenços para pacientes em tratamento no Hospital de Amor da Amazônia

Publicada em


Evento supera as expectativas de participação, ganha adesão de outros grupos e arrecada cerca de 400 lenços 

Foto: Divulgação

 

Esporte, lazer, integração e solidariedade fizeram parte da programação de domingo, 27-10, de ciclistas empenhados na ação que ganhou o nome de Pedal do Amor. A iniciativa de servidores do Tribunal de Justiça de Rondônia, tomou uma proporção surpreendente para os próprios participantes da atividade que levou, até o Hospital de Amor da Amazônia – HAA, na BR 364, cerca de 400 lenços para as pacientes em tratamento contra câncer.

Acostumados a fazer passeios juntos, por diversos lugares da cidade, o Grupo Saúde Sobre Duas Rodas, de servidores do TJRO, recebeu o convite da servidora Érica Mendes com uma boa dose de motivação. A proposta de levar um lenço para doar a pacientes do HAA despertou o espírito de solidariedade dos integrantes do grupo e de outros que, ao tomarem conhecimento, também se sensibilizaram. Servidores do Tribunal Regional Eleitoral-TRE, além de criar cartazes de parceria na campanha, disponibilizaram uma caixa para arrecadar as doações que foram entregues na sexta-feira, no edifício-sede do TJRO.
Para o presidente do Tribunal de Justiça de Rondônia, Walter Waltenberg, “muito além das preocupações laborais e salariais, viver com saúde é o mais importante. Os projetos da Caminhada do Judiciário e Saúde Sobre Duas Rodas nos trouxeram a oportunidade de constatar, na prática, que o servidor que se movimenta nessas ou em outras atividades físicas, com seus colegas de trabalho, numa integração independente de hierarquia, cria vínculos de amizade benéficos para a sua vida pessoal e, consequentemente, profissional”.

Foto: Divulgação

 

“Estou muito feliz com participação de todos que decidiram conciliar duas coisas positivas: o cuidado com a própria saúde e o amor àqueles que precisam . É isso que estamos fazendo”, afirmou o presidente.
A juíza Juliana Paula, que participou da ação desde o início, com a arrecadação de lenços, disse que “é bem gratificante essa união das pessoas em prol da ação solidária. Na verdade, eu acho tão pequeno doar um lenço, mas essa partilha, essa comunhão para fazer uma ação de amor, que se soma e proporciona um resultado maior, é muito louvável. Faz bem é para quem doa e dá uma sensação muito agradável de união, de solidariedade, de amor ao próximo”.

Para a magistrada, “a ação tornou o pedal mais humano, contou com a adesão de outros grupos, inclusive mais experientes, permitiu-nos ver como o ser humano tem um coração bom e com um simples motivador, que foi um convite, as pessoas se uniram”.
O servidor Antoninho Santana de Lima, presidente da Associação dos Funcionários do Poder Judiciário de Rondônia, recepcionou os ciclistas na Associação, com um café da manhã, quando retornavam para a cidade e destacou que “é uma intenção muito boa e elogiável, por isso não medimos esforços para apoiar. O êxito do evento em prol de pacientes do Hospital de Amor aconteceu porque houve a união das pessoas e a nossa entidade, que é filantrópica e sem fins lucrativos, estará sempre a disposição para eventos dessa natureza.

Voluntariado
A servidora do TJRO, Taciana Dias de Almeida Germiniani, já aguardava os colegas ciclistas no Hospital de Amor da Amazônia, quando chegaram. Ela ajudou a preparar a recepção organizada pela Associação de Voluntários no Combate ao Câncer – AVCC, que integra como voluntária.
Taciana conta que inicialmente, numa conversa bem informal com a servidora Érica Mendes, soube da pretenção do Grupo Saúde Sobre Duas Rodas de fazer alguma ação social pelo Hospital de Amor. “Todos da AVCC gostamos muito da ideia mas não imaginamos que tomasse essa proporção em tão pouco tempo”.
A servidora informou que a AVCC está aberta e precisando de mais pessoas. A cada quinze dias, sempre aos domingos, Taciana ajuda na cozinha do hospital, empacotando biscoitos e bolos, que são distribuídos na hora do lanche fornecido pelo hospital aos pacientes e acompanhantes. Depois visita os pacientes internados. “As vezes as pessoas não tem tempo durante a semana, então podem vir final de semana também. Sempre tem alguém precisando”, lembra.

Foto: Divulgação

 

A AVCC tem cerca de 110 voluntários e, segundo os integrantes, qualquer hora disponibilizada já ajuda e não precisa ser somente no Hospital, pode ser na Associação ou na Casa de Apoio. Há várias funções que uma pessoa pode exercer.
“Às vezes, por exemplo, uma pessoa com noções de informática pode resolver um problema no computador da Associação ou colaborar com a manutenção e serviços da Casa de Apoio que hospeda pacientes de outras cidades. Qualquer ajuda é bem vinda. Realizamos os bingos, com prêmios simples para os pacientes, enquanto aguardam consultas. Desde tocar algum instrumento até conversar um pouco com quem está no Hospital é uma ação solidária”.
Também servidora do TJRO, Andreia Porto, aproveitou a oportunidade da ação desenvolvida pelo Grupo Saúde Sobre Duas Rodas para entregar o seu cabelo, que decidiu cortar além do habitual para doar. Andreia participou do Pedal do Amor e da entrega dos lenços e disse que gostou “de ver a mobilização das pessoas pela causa e mesmo as pessoas que não frequentam o Hospital regularmente, podem ajudar de alguma maneira”.
A representante da Associação dos Voluntários no Combate ao Câncer – AVCC, Neider Oliveira, apresentou-se aos ciclistas durante o evento e disse que todos os dias têm ações no Hospital, onde os voluntários trabalham diretamente com o serviço social ou na casa do paciente.
Neider relatou alguns trabalhos desenvolvidos, entre eles as cestas básicas para pacientes com permanência de mais de seis meses de tratamento e os kits de higiene, com itens como escovas de dentes, creme dental e sabonete, doados a pacientes durante as visitas ou sorteados nos bingos da sala de espera.
“Fazemos esse trabalho com muito amor. Temos oito equipes, sendo que pela manhã a gente vem, faz as visitas em todas as alas, fazemos bingo e ajudamos a distribuir o café. À tarde a visita é nos quartos. É um trabalho pequeno mas necessário”, disse Neider ao informar que a AVCC existe há sete anos e convidar os participantes do Pedal do Amor para conhecerem melhor a Associação e os trabalhos desenvolvidos.
A Diretora Administrativa do HAA, Vanessa Menezes, agradeceu a todos os ciclistas presentes na ação em prol do Hospital de Amor da Amazônia. “O Pedal do Amor é um belo trabalho. Esses lenços serão direcionados e muito bem aceitos pelas pacientes que se tratam aqui nesta unidade”.
Vanessa Menezes explicou que a quimioterapia debilita muito a paciente, e a perda do cabelo é uma consequência. “Estamos no Outubro Rosa que é um mês de prevenção do câncer de mama e, certamente, a ação está ganhando mais força com a distribuição de lenços e o carinho de vocês . É um prazer imenso recebê-los e em nome da Fundação Pio XII eu agradeço a todos do Tribunal de Justiça de Rondônia”.
“Estou em estado de graça e agora com uma certeza maior de que o amor é mesmo contagiante pois, com simplicidade e a boa vontade das pessoas que participaram, pudemos realizar o Pedal do Amor. Esperamos que as pessoas que usarem esses lenços sintam-se abraçadas e fortalecidas para superar essa fase”, disse Érica Mendes, idealizadora da ação.

Foto: Divulgação

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Institucional e TJRO.