Nota de esclarecimento – ADELINO FOLLADOR – Deputado Estadual de RO

Publicada em


 

Depois que o prefeito de Ariquemes se pronunciou através de uma Live em sua página no Facebook, me sinto na obrigação de fazer alguns esclarecimentos, para reestabelecer a verdade, pois o mesmo coloca em dúvida algumas situações ao falar apenas o que lhe é conveniente.

Ambulância:

A ALE ofereceu ao município uma ambulância equipada com UTI móvel, motorista e socorrista, e durante uma reunião em que os deputados discutiam a destinação dos benefícios de ajuda no combate ao Coronavírus, o presidente Laerte Gomes disse que o prefeito de Ariquemes não havia se manifestado, momento em que o deputado Alex Redano entrou em contado com o mesmo para confirmar, em seguida, nos informou que ele recusou a ajuda. Sendo assim, as minhas palavras foram somente estas, que o prefeito recusou a ambulância, e diante disso, o próprio prefeito criou toda polêmica, porém, em sua live, reafirmou que recusou a ajuda e se sentia “orgulhoso” por isso, justificando que o município não precisa.

Falando de solidariedade e empatia, disse também que estava deixando a ambulância para outro município, o que não é verdade, pois a proposta é atender os municípios polos, e uma vez que recusou a ambulância, a mesma deixou de ser licitada, ou seja, o que era pra ser 13 passou a ser 12, e o Vale do Jamari deixou de ser contemplado.

O que fica evidente é que o prefeito não tem equilíbrio e mistura a gestão pública a questões pessoais, e muito nos entristece porque com isso o município perde muito e consequentemente a população, a exemplo do que ficou evidente através de comentários nas redes sociais, com depoimentos de pessoas que tiveram dificuldade de socorro por falta de ambulância, assim como é notória a realidade nos distritos do Garimpo Bom Futuro, ao qual disse que vai enviar duas ambulâncias, e esperamos que seja verdade.

O conflito dele com o vereador Rafael não tem relação comigo, tanto é que ele disse “seu deputado”, se vitimando e me incluindo numa briga que não é minha, e vale lembrar que durante a eleição de 2016 ele disse o seguinte em algumas reuniões: “você Rafael é o meu candidato”, então o correto é ele resolver suas diferenças entre eles. Apenas a titulo de esclarecimento, dois vereadores de Ariquemes estão filiados ao DEM, sendo que o parlamentar Rafael tem adotado a postura de oposição ao Executivo Municipal, enquanto o vereador Joel Martins de Oliveira, também do DEM, vem adotando postura de defesa de várias pautas da Prefeitura de Ariquemes. Isso mostra com clareza a liberdade que os parlamentares do DEM possuem. Não influenciamos a atuação deles, mas exigimos o respeito que o processo democrático de direito exige.

Com o intuito exclusivo de nos confrontar abordou outros temas colocando-os de forma muito injusta, por exemplo, ao dizer que cada deputado tem mais de R$ 3 milhões e deveria mandar para o município de Ariquemes, é certo que são R$ 3,4 milhões nosso orçamento de emenda, mas temos compromisso com todo estado e principalmente com o Vale do Jamari, aí eu pergunto: onde está a empatia que ele mesmo se refere?

Disse também que enviei R$ 70 mil para a Saúde de Ariquemes em 2019, mas propositadamente não fala dos valores enviados para e Educação, Obras, agricultura e também para diversas associações e entidades filantrópicas, que não se pode negar a importância que tem para a população, pois assume muita responsabilidade que seria do poder público.

Para o ano de 2020 falou dos R$ 300 mil que enviamos para a Saúde, se preocupando em destacar que ainda não está na conta, e mais uma vez foi injusto, pois é um recurso que disponibilizamos atendendo a um pedido do vice-prefeito Lucas, a quem ele disse que deveria contribuir mais, e todos sabem que o Lucas tem feito o que pode e tem conseguido muito e certamente poderia contribuir mais se o prefeito tivesse lhe dado condições, e diante das necessidades que o Lucas tem acompanhado e previsto como medida para combater o Covid-19, o valor que se encontra em vias de liberação, inclusive a Prefeitura constava duas pendências, o que impede a liberação, foram baixadas recentemente e o dinheiro deverá ser liberado. Ele sabe que as emendas normalmente são liberadas no segundo semestre, assim, não são só as minhas, mas também as dos outros parlamentares, e isso ele não disse, novamente sendo injusto, também não mencionou as outras emendas que somam mais R$ 520 mil para a Educação e, mais de R4 920 mil para associações e entidades do município, que iremos divulgar em breve.

Apenas para exemplificar: uma pessoa não pode fazer uma reforma na casa de outra pessoa caso o dono não autorize e apresente como quer que a reforma seja executada. Assim é na questão das emendas, se elas não forem solicitadas através de projetos não podem ser liberadas. Inclusive, Ariquemes já perdeu recursos de emendas parlamentares devido a demora na apresentação de projetos.

Mais uma mentira dita pelo prefeito é em relação aos R$ 17 milhões de recursos federais, que estão na lista para ser destinada ao município de Ariquemes, dizendo que eu disse que o dinheiro já estava na conta, quando na verdade eu disse que já tinha sido aprovada pelo Senado, conforme notícia do Senado Federal, e comete a injustiça de dar créditos a falas que não foram minhas.

Peço desculpas por alguns pontos que acabou sendo desabafo, mas acredito que a coisa pública deve ser tratada com muita seriedade, é preciso que tenha união entre todos que estão com mandato eletivo e servidores em geral. Assim como é essencial a diplomacia, GRATIDÃO e o empenho em buscar de recursos e trabalhar no sentido de gerar empregos e rendas para todos, enquanto que o egoísmo, o orgulho e intrigas só faz com que, não somente a pessoa, mas todos perdem, pois isso dificulta o relacionamento e investimentos que poderiam vir para o município.

 

Por: Assessoria