Mulher com corpo tatuado é denunciada por furto em Pres. Médici, RO

Publicada em


A mulher apresenta alteração mental. Ela se passa por evangélica e tenta tirar vantagens de pessoas nas ruas.

Foto: Divulgação

 

Uma mulher não identificada e que apresenta comportamento de quem tem alguma doença mental, está circulando pelas ruas de Presidente Médici (RO) Região Central, entrando em comércios e causando transtorno para vendedores, proprietários e clientes, pois, se passa por evangélica, entoa cânticos, recita salmos bíblicos e versículos de livros diversos das Sagradas Escrituras e com isto, provoca constrangimento nas pessoas.

 

Ela foi denunciada para a polícia militar por um cabeleireiro. De acordo com o profissional que não quis ser identificado, a mulher teria entrado no seu estabelecimento [salão] e cortado um pouco do seu cabelo. Depois ela furtou uma tesoura dele e foi preciso chamar a polícia.

 

Informações colhidas junto da imprensa local, anotam que a mulher teria chegado a cidade no meio da semana. A mulher que não se identificou e que não teria parentes na cidade, veio conforme ela própria, de Ariquemes (RO) Vale do Jamari.

 

Quando chegou, ela [a mulher] teria vindo com os cabelos compridos e vermelhos. No final da semana, foi vista com o cabelo extremamente baixo, circulando pelo centro comercial.

 

Sem qualquer identificação, a mulher se passa por evangélica e conforme depoimentos de pessoas que conversaram com ela, tenta tirar proveito de algumas situações, [chega a pressionar algumas pessoas por ajuda em nome de Deus].

 

A polícia alerta para que todos fiquem atentos. A mulher é branca, estatura mediana, cabeça praticamente raspada e tem muitas tatuagens pelo tronco do corpo, especialmente. Ela está viajando para todos os municípios ao longo da BR-364.

 

Uma das imagens, flagra a mulher que parece ter alguma alteração neurológica, parada fazendo pose, na frente da vitrine de uma loja.

 

Da Redação do Portal P1, com informações do Mix Rondônia