Jovem é preso por homicídio ao se apresentar com advogado em UNISP de Jaru

Publicada em


Crime teria envolvimento de ao menos três jovens e foi praticado em outubro, na saída de uma boate.

G. O. D. – Suspeito

 

As investigações demoraram mais de 30 dias, mas a polícia civil encerrou o inquérito do homicídio, praticado contra a vida de Matheus França, que tinha apenas 19 anos, ocorrido no dia 21 de outubro deste ano de 2018, na saída de uma boate.

Relembre o caso:

Um morre e outro fica ferido a facadas em Jaru, Briga começou na Casa de Show Jk

 

Segundo o que foi apurado junto de testemunhas e ainda o inquérito, o crime teria envolvimento de dois irmãos e mais uma terceira pessoa, que foi presa nesta tarde de quarta-feira (5/12) e já estaria a disposição da justiça.

 

Naquela data, o boletim de ocorrência da conta de que a polícia militar teria sido chamada para conter uma briga e de que um jovem estaria desacordado. Além disso, os agentes tiveram de desobstruir a rua Florianópolis, que estava com aglomeração de pessoas. Uma quantidade grande de pessoas teria visto o crime.

 

De acordo com o que foi apurado, havia pelo menos quatro pessoas envolvidas nessa briga, sendo uma delas a vítima Matheus França de 19 anos.

 

Vale citar que a justiça decretou a prisão em novembro deste ano, mais precisamente no dia 20, de dois irmãos. Eles já teriam sido presos suspeitos do homicídio.

 

Já no início da tarde desta quarta-feira, um jovem identificado pelas iniciais G.O.D, teria sido preso após ele comparecer à UNISP acompanhado do seu advogado, onde segundo informações prestaria depoimento depois de ser intimado por homicídio.

 

A prisão foi decretada pela delegada de polícia Dr.ª Caritiana da Silva Cuela. O jovem preso, o Kiko, está à disposição da Justiça e após fazer os exames de corpo de delito no hospital municipal e ter passado por todos os procedimentos de praxe, foi entregue ao comissário de plantão para as medidas cabíveis.

G. O. D. – Suspeito

 

Da Redação PortalP1