JARU – Ministério Público suspende ordem de despejo contra Amauri dos Muletas

Publicada em


Processo de 2006 foi julgado na 2.ª Vara Cível de Jaru e o Despacho foi assinado nesta terça-feira, dia 26 de maio.

 

A Juíza da 2ª Vara Cível de Jaru (RO), Maxulene de Souza Freitas, assinou na última terça-feira, dia 26 de maio, “Despacho” que suspende o despejo do ex-prefeito Amauri dos Santos, de uma residência avaliada em mais de R$ 300 mil.

José Amauri dos Santos [Amauri dos Muletas] e mais dois integrantes de sua administração em 2006, foram condenados por improbidade administrativa. Amauri teria sido condenado a devolver o dinheiro corrigido.

Conforme o processo de N.º 0078089-35.2006.8.22.0003, o ex-prefeito Amauri, e mais dois componente, teriam causado danos ao erário de R$ 75.309,40,00 (Setenta e cinco mil, trezentos e nove Reais e quarenta centavos), caracterizando improbidade administrativa, danos ao erário, violação aos princípios administrativos.

Agora os embargos dos advogados de Amauri, e também dos outros integrantes, conseguiram a suspensão da decisão que implicava na desocupação de um imóvel no nome do ex-prefeito.

Confira o despacho:

 

Jornal Eletrônico PortalP1

 

DESPACHO_ED_Comarca de Jaru