Jaru e mais 05 municípios – Mais de 100 pessoas carentes da região central de Rondônia são beneficiadas com aparelhos de locomoção

Publicada em


Esta é a terceira entrega de aparelhos de locomoção feita pelo governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau)

 

Pelo menos 117 pessoas, de sete cidades da região Central recorreram ao governo de Rondônia para obter gratuitamente algum tipo de meio auxiliar de locomoção. O aparelho ajuda o indivíduo que esteja temporariamente com algum tipo de dificuldade em andar ou até mesmo com deficiência física definitiva. São cadeiras de rodas padrão e motorizadas, cadeiras para banho, cadeiras de rodas especiais para crianças, adultos e obesos, andadores com e sem rodas, bengalas, e muletas. Todos os aparelhos são novos e serão entregues aos beneficiados sem custo algum.

 

A carga com os aparelhos chegou a Ji-Paraná na semana passada, procedente da Secretaria de Estado de Saúde (Sesau). A partir de segunda-feira (13), os representantes legais das prefeituras da região estão autorizados para fazer o resgate dos equipamentos de locomoção e devem procurar a 1ª Gerência Regional de Saúde (1ª GRS), no município.

 

Esta é a terceira entrega realizada pelo governo do Estado. Os beneficiados são das cidades de São Francisco do Guaporé, Mirante da Serra, Jaru, Urupá, Costa Marques e Ji-Paraná.

 

“O volume de aparelhos é significativo. Vale ressaltar que as cadeiras de rodas motorizadas são um dos meios auxiliares de locomoção com custo elevado, para quem não tem condição de comprar e depende deste tipo de apoio para se locomover. Este é um serviço social em favor da saúde humana, que o governo estadual beneficia pessoa carente”, destaca o gerente regional de saúde local, Ivo da Silva.

 

O critério para ser contemplado com algum dos meios de locomoção ofertados pelo Governo é simples. A pessoa precisa apresentar atestado sobre a necessidade da utilização do equipamento temporária ou definitivamente, que pode ser emitido por médico, fisioterapeuta e assistente social.

 

Com o atestado em mãos, o interessado deve se submeter a um cadastro e a um requerimento junto à Secretaria de Assistência Social da cidade onde mora, que será protocolizado junto a 1ª GRS, em Ji-Paraná.

 

 

 

Fonte

Texto: Paulo Sérgio

Fotos: Paulo Sérgio

Secom – Governo de Rondônia