Furto de bebidas alcoílicas e apreensão de drogas – Jaru, RO

Publicada em


Foto: WhatsApp / Divulgação

 

Em patrulhamento rotinal na Av. Rio Branco,na noite des quinta-feira (13), a Patamo avistou uma mulher em atitude suspeita,estava na calçada ,no momento um veículo se aproximou da mulher, porém ao perceber a viatura acelerou,tomando rumo ignorado e fugindo dos policiais,não sendo possível a guarnição visualizar placa e modelo do veículo.

Publicidade

Foi feita uma abordagem a mulher, S.L.d.S, ao ser questionada sobre o veículo a mesma afirmou não saber de quem se tratava e o que queria,no entanto os policiais receberam a informação de que a mulher comercializava substâncias entorpecentes,questionada sobre o assunto ela negou e disse que em sua residência não teria não um tipo de produto relacionado.

A Patamo com a RP realizaram as buscas no interior da casa da abordada e localizaram báricos objetos provenientes de furtos,conforme uma ocorrência registrado na Policia Civil, tais como bebidas, cigarros e carvão para consumo de narguilé,além de uma caixa de som. A mulher foi questionada da procedência dos objetos e não deu resposta.

Durante as busca na casa de S., um menor foi encontrado no local,dizendo ser amigo do filho de S.,diante dos fatos ,constatação da receptação das bebidas e demais produtos,os policiais perguntaram ao menor se saberia informar onde estaria o restante do material pois não estava na residência toda a bebida levada no furto, e o mesmo disse não saber, os policiais pediram para ir até sua residência para confirmar se o restante do material não estaria sobe posse dele, o menor então concordou.

Em contato com sua a genitora que autorizou a entrada é as buscas na residência, foi localizado no quarto do menor 7 porções grandes é uma pequena de substância entorpecente aparentando ser maconha,totalizando 200 gramas.Perguntado sobre a procedência da substância o mesmo disse te adquirido do intuito de revenda. Diante do ocorrido,os envolvidos foram conduzidos ao Hospital Municipal para laudo e exame de corpo de delito e posteriormente encaminhado para Unisp para providências cabíveis.

 

Da Redação Portal P1

* Estagiário 02

 

Foto: WhatsApp / Divulagação