Funai e Polícia Militar Ambiental registram crime ambiental em Campo Novo de Rondônia

Publicada em


Uma estrada com 5 km de extensão foi aberta sem autorização dos órgãos competentes.

 

 

Na tarde desta quinta-feira, dia 21 de maio, a Fundação Nacional do Índio (Funai) e o Bata talhão da Polícia Militar Ambiental de Rondônia (BPMA), registrou crime ambiental na zona rural do município de Campo Novo de Rondônia (RO), Vale do Jamari.

Uma estrada com ao menos 5 metros de largura e 5 km de extensão, foi aberta na Linha Terra Rocha, que fica no limite com o municípios de Governador Jorge Teixeira (RO), Vale do Jamari. A estrada aberta sem autorização, está no entorno de terras da tribo indígena, Uru-eu-wau-wau.

A Funai alega que não teria autorizado e o BPMA/RO, também não teria informações sobre os trabalhos no local, que possibilitaria o acesso de ao menos (71) setenta e uma famílias que já haviam construído alguns barracos na beira da estrada. Ninguém foi preso.

Foram encontrados pontos de desmatamento e caracterizado crime ambiental.

 

Jornal Eletrônico PortalP1