Em Rondônia bancários decidem aderir à greve nesta sexta-feira.

Publicada em


Imagem da Internet

 

Em assembleia geral realizada na tarde de segunda-feira (10), na sede do Sindicato em Porto Velho, em aderir à Greve Geral da próxima sexta-feira, dia 14 de junho.
Segundo o presidente do Seeb-RO, José Pinheiro, ainda está sendo definido como será o funcionamento das agências em todo o estado.

A Greve Geral, chamada por todas as centrais sindicais do país, é fundamental para barrar a reforma da Previdência (PEC 6/2019), proposta pelo governo. O projeto inviabiliza a aposentadoria para a maioria dos brasileiros, reduz valores de benefícios e afeta principalmente os mais pobres.

A mobilização também é para protestar por mais empregos e contra outros ataques promovidos pelo governo aos direitos dos brasileiros. Entre eles, os cortes que ameaçam a educação, a saúde e as políticas sociais, além das constantes ameaças de desmonte dos bancos públicos.

“É um momento crucial para mostrarmos a união dos trabalhadores contra essa nefasta tentativa de acabar com a aposentadoria para os mais pobres, contra todos esses ataques à educação e tudo aquilo que é patrimônio do povo brasileiro. Por isso contamos com a presença dos bancários e trabalhadores do ramo financeiro nessa luta que iremos levar às ruas”, destaca José Pinheiro, presidente do Sindicato dos Bancários e Trabalhadores do Ramo Financeiro de Rondônia (SEEB-RO).

O município de Jaru também aderiu à greve e nesta sexta-feira as portas dos bancos estarão fechadas e sem previsão para voltarem a funcionar.