Dois casos de assaltantes se passando por vacinadores, são registrados em Pres. Médici, RO

Publicada em


Denúncias foram feitas por vítimas para servidores da Semusa.

Cidade de Presidente Médici, RO – Foto:internet

 

Nesta semana, a Semusa (Secretaria Municipal de Saúde) de Presidente Médici (RO), há 400 km de Porto Velho, divulgou que foram registrados dois assaltos, que teriam sido denunciados por pessoas a uma funcionária da pasta.

Os crimes teriam sido cometidos por pessoas se passando por funcionários da Semusa. Os criminosos abordaram as vítimas se passando por vacinadores.

Ocorre que, a Semusa em cumprimento ao calendário da vacinação nacional, que foi antecipado pelo governo federal, por causa do coronavírus, está vacinando acamados, idosos e pessoas que estão em risco de contágio, em suas respectivas residências.

Se valendo disto, os criminosos teriam abordado ao menos duas vítimas e concretizado os crimes. As vítimas entraram em contato com a chefe do setor de vacina, enfermeira Jesus e denunciado os crimes.

Não há informações sobre quem poderia ter cometido os crimes e se os dois casos denunciados, tem relação e se foram cometidos pelos mesmos criminosos.

Leia a Nota divulgada pela Ascom

A equipe de vacinação contra a influenza só realiza as visitas durante o período da tarde, e quando vão às residências estão sempre uniformizados e com veículo oficial. Portanto a população deve se atentar a esses detalhes e não deixar que qualquer pessoa adentre a seu lar.

Segundo a Responsável pela vacinação em Presdente Médici, cerca de 1.500 idosos ja foram imuzados, na cidade, vilas, distritos e zona rual contra as viruências H1N1, H3N2, INFLUENZA A e INFLUENZA B, a expectativa é que mais de 2.800 sejam vacinados até o dia 24 do próximo mês.

 

Jornal Eletrônico Portal P1