Cesta básica tem aumento registrado no inicio de dezembro em Rondônia

Publicada em


Aumento foi de 9,64% só em novembro, segundo estudo da UNIR.

Jaru e região também sofreram impacto, só que menor, diz estudo.

Imagem/Internet

 

O estado de Rondônia estava comercializando em novembro de 2019, a cesta básica por R$ 365,84, segundo estudo da Universidade Federal de Rondônia (UNIR), que registrou alta nos preços de 9,64%.

A alta mexeu com o bolso da população mais pobre do estado que sentiu a diferença de R$ 32,17 a mais, na hora de comprar os produtos que compõe a cesta básica.

Se comparado com os preços praticados em novembro de 2018, a cesta básica subiu 3,82% em 2019 e há expectativa de subir mais, pois, no acumulado dos últimos 11 meses, há alta considerável de pelo menos 4,93% se comparado ao ano anterior. O consumidor sente no bolso a inflação.

A UNIR pesquisou os doze principais produtos da cesta básica e desses, ao menos nove tiveram aumento considerável de 4,93%.

 

Feijão: 33,24%

Carne: 22,38%

Farinha: 10,06%

Açúcar: 8,63%

Pão: 6,42%

Tomate: 5,99%

Leite: 3,74%

Óleo: 2,80%

Manteiga: 0,08%

Os demais produtos apresentaram queda de preço no mês de novembro:

Banana: -8,14%

Café: -2,43%

Arroz: 1,68%

Comparação com novembro de 2018

Produtos que tiveram aumento em seus preços:

Feijão: 115,50%

Carne: 29,07%

Óleo: 14,98%

Arroz: 13,73%

Açúcar: 11,11%

Banana: 10,50%

Pão: 7,96%

Leite: 0,86%

 

Produtos que tiveram queda em seus preços:

Tomate: – 44,64 %

Café: -9,69%

Farinha: -7,81%

Manteiga: -6,71%

 

Em Porto Velho a pesquisa foi coordenada pelo professor Jonas Cardoso, da Universidade Federal de Rondônia.