Caminhoneiro paulista é encontrado morto em cabine de caminhão, próximo de Jaru

Publicada em


O corpo em avançado estado de decomposição foi localizado pela Polícia Rodoviária Federal, no sábado pela tarde.

Caminhoneiro de São Paulo foi encontrado pelo cunhado, que mora em Ji-Paraná
Foto: Rede Social Divulgação

Desaparecido desde a quinta-feira, dia 30 de janeiro, o caminhoneiro João Cardoso da Silva, que tinha 65 anos, foi encontrado morto na cabine de seu caminhão, localizado pela PRF às margens da BR-364, próximo ao posto fiscal da Polícia Rodoviária Federal, em Jaru (RO), há 290 km de Porto Velho.

João Cardoso tem um cunhado que é morador de Ji-Paraná (RO), Região Central do estado e a família já o procurava, inclusive, avisou as autoridades sobre o ‘sumiço’ dele e divulgou em redes sociais que estavam em busca de informações. Cardoso morava em São José do Rio Preto (SP), Sudeste do país.

A Polícia Rodoviária Federal confirmou que foi comunicada pelo cunhado da vítima, que durante as buscas na tarde do sábado, encontrou o caminhão estacionado as margens da BR-364, entre os municípios de Jaru e Ariquemes, altura do KM-437. Dentro da cabine viu o corpo de João.

Conforme apurado pelo Jornal Eletrônico Portal P1, a vítima pode ter sido vítima de morte natural. Exames mais detalhados que poderão ter resultados divulgados nos próximos sessenta dias, darão o resultado da causa da morte.

 

Jornal Eletrônico Portal P1